Construir com terra: terra ensacada

Ibirá bioconstrução

Hiperadobe, superadobe, earthbags; são todas técnicas que podem ser resumidas a um termo: terra ensacada. Encher uma bolsa ou tubo de terra pode ser uma forma rápida e prática de construir sua casa, mas é necessário entender como. Saiba mais sobre essa técnica de bioconstrução.

 

  • Como surgiu a técnica?

Os primeiros relatos de sacos cheios de terra vem de estratégias militares, onde soldados utilizavam sacos cheios da terra do próprio local para criar barricadas e trincheiras. Com o passar do tempo, percebeu-se que poderíamos utilizar esse mesmo conceito para criar abrigos e daí surge a primeira forma de terra ensacada: as earthbags.

earthbag building

 

  • Earthbags:

As earthbags ou “bolsas de terra”, são bolsas de polipropileno – geralmente utilizadas para armazenar grãos – cheias de terra e depois empilhadas como tijolos comuns. Esta forma de construção foi elaborada e aperfeiçoada por Owen Geiger, engenheiro e PhD que escreveu vários livros sobre o tema e hoje possui um instituto de construções sustentáveis.

 

Owen geiger

As fiadas de earthbags são travadas com linhas de arame farpado entre si e podem ser rebocadas diretamente ou com a ajuda de telas metálicas.

earthbag building

earthbag building plastering

  • Superadobe:

O superadobe segue o mesmo princípio das earthbags, mas utiliza um tubo de polipropileno ao invés de bolsas individuais. A ideia foi a solução encontrada por Nader Khalili (arquiteto iraniano), para um concurso da NASA em 1984 cujo tema era construção na Lua. Khalili faleceu em 2008, mas deixou seu legado em sua instituição de arquitetura com terra na Califórnia, a CalEarth.

superadobe moon

O superadobe possibilitou a construção de cúpulas e estruturas anti-sísmicas como abrigos emergenciais e edificações utilizando apenas a terra local. Assim como nas earthbags, entre cada fiada de sacos é necessário utilizar arame farpado para “amarrar” as linhas. Para o acabamento, geralmente, os sacos são queimados, facilitando a aplicação do revestimento.

 

superadobe

superadobe dome

  • Hiperadobe:

O hiperadobe tem sua metodologia bem semelhante à do superadobe, tendo sua principal diferença no saco utilizado. Através de uma malha aberta, o tubo de malha raschel dispensa a necessidade de arame farpado entre as fiadas, uma vez que a terra atravessa o saco, criando uma união entre cada linha.

hiperadobe

O sistema foi criado pelo engenheiro brasileiro Fernando Pacheco (foto acima), e hoje já se difundiu pelo mundo. Pelo fato de não ser necessário usar arame farpado e nem queimar o saco, o hiperadobe foi aceito por muitos como o substituto do superadobe.

casa flor - bioconstrução

  • Posso usar qualquer terra?

A resposta é: depende. Quando dizemos “terra”, estamos considerando uma mistura de partículas de classificações variadas e geralmente fruto de sedimentações. O solo que conhecemos é composto por camadas.

camadas de solo

A primeira camada é composta basicamente de matéria orgânica (sementes, folhas, galhos, fungos, etc.), essa camada NÃO é adequada para construções. Logo em seguida temos uma camada mais pura de terra, que pode ser utilizada para a construção.

A terra é composta por partículas grandes, média e pequenas. As grandes são denominadas areia, as médias silte e as pequenas argila, para a terra ensacada precisamos de mais areia que argila e silte. Por isso, um solo com cerca de 70% de areia e 30% de argila é o mais recomendado para a construção.

Solos

A terra ensacada é uma técnica que exige mão de obra e grandes quantidades de terra, mas que quando executada da maneira correta pode ser muito vantajosa em relação à outras técnicas, principalmente em questão de tempo de construção e isolamento térmico.

 

ibirá bioconstrução
Atualmente estamos realizando uma obra com terra ensacada em Mairiporã, no Reino do Sol. Fique de olho nos cursos que haverão ao longo da construção e aprenda na prática com a gente.

A agenda é divulgada pela nossa página: www.facebook.com/ibirah.eng

Comments

comments